quarta-feira, 2 de maio de 2018

I Conferência Livre dos Direitos da Criança e do Adolescente foi realizada em São Bento do Trairí


Com o Tema "A Violência e as Redes Sociais" a Secretaria Municipal de Assistência Social realizou na ultima Segunda-feira (30) a I Conferência Livre dos Direitos da Criança e do Adolescente onde foi trabalhado o combate a Violência em todos os Meios de Redes Sociais disponíveis na atualidade.
O Evento aconteceu na Sede da Secretaria e contou a Participação da Equipe Técnica da Assistência Social, Conselheiros Tutelares além das crianças e Adolescentes da comunidade.



terça-feira, 24 de abril de 2018

Coquetel marca a abertura oficial da Semana do Bebê em São Bento do Trairí

Aconteceu na noite desta segunda-feira (23), o coquetel de abertura oficial da V edição da Semana do Bebê. O evento aconteceu na sede da Secretaria Municipal de Assistência Social e teve inicio às 19h. Algumas atividades como a palestra: “As políticas públicas contribuindo para o desenvolvimento da 1ª Infância em São Bento do Trairí” ministrada pela Assistente Social, Amanda Rafaela, além de uma apresentação Teatral do com usuários do SCFV e um vídeo sobre explicando o desenvolvimento da 1ª infância, tema principal a ser explorado na semana do Bebê e uma apresentação musical, sendo seguido o coquetel aos participantes.
O evento contou com a presença da Secretária de Assistência Social, Márcia Cristina, do prefeito, Kêka Araújo do vice-prefeito, Kleber Dantas, Vereadores, Secretários, Equipe Técnica e usuários dos programas oferecidos pela Prefeitura de São Bento do Trairí.
A Semana do Bebê é uma estratégia de mobilização social apoiada pelo UNICEF (Fundo das Nações Unidas para a Infância) e tem como objetivo tornar direito à sobrevivência e ao desenvolvimento de crianças de até seis anos, prioridade na agenda dos municípios brasileiros. A semana do bebê é mais uma ação do município de São Bento do Trairí que também está na luta pelo selo UNICEF.
A programação segue durante a semana que vai de 23 a 27 de Abril onde várias secretarias realizarão ações em conjunto visando orientar mães e responsáveis sobre cuidados com o bebê desde o período de gestação.













quinta-feira, 19 de abril de 2018

Prefeitura de São Bento do Trairí realizará a V semana do Bebê

Com o Tema: “ As políticas públicas contribuindo para o desenvolvimento da 1ª infância em São Bento do Trairi”, acontecerá entre os dias 23 e 27 de abril a 5ª Semana do Bebê de São Bento do Trairi. Algumas atividades integrarão a programação nas áreas de saúde, educação, esporte e assistência social em toda cidade. No município de São Bento do Trairi a Semana do Bebê faz parte das ações planejadas no Plano Municipal da 1ª infância.
Durante toda a semana serão realizadas atividades lúdicas, rodas de conversa, oficinas, palestras, reuniões, mobilizações, e outras ações que promovam o bem – estar das crianças na primeira infância. As atividades contarão com a presença de especialistas, estudantes, gestantes e representantes da sociedade civil, que discutirão questões para que as políticas públicas em favor das crianças sãobentense sejam priorizadas.
A Semana do Bebê tem como Objetivos Sensibilizar a população de São Bento do Trairi sobre a importância do cuidado no desenvolvimento da criança na primeira infância.
A Prefeitura pretende atender o maior número de famílias com crianças na faixa etária de 0 a 6 anos de idade.

quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018

Conheça o Selo UNICEF Edição 2017-2020

1. Por que participar?


A experiência com as edições anteriores comprova que os municípios certificados com o Selo UNICEF avançam mais na melhoria dos indicadores sociais do que outros municípios de características socioeconômicas e demográficas semelhantes que não foram certificados ou participaram do Selo.
Resultados significativos também têm sido registrados, em todas as edições, nos municípios que, mesmo não tendo sido certificados com o Selo, participaram de todo o ciclo.

2. Como o Selo UNICEF funciona?

O Selo UNICEF é uma iniciativa do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) para estimular os municípios a implementar políticas públicas para redução das desigualdades e garantir os direitos das crianças e dos adolescentes previstos na Convenção sobre os Direitos da Criança e no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).
A metodologia do Selo inclui Ações Estratégicas (o que os municípios precisam realizar) e Indicadores de Impacto Social (os resultados que os municípios precisam melhorar) relacionados aos direitos à saúde, educação, proteção e participação social de crianças e adolescentes.
Os municípios são agrupados, dentro de seus Estados, considerando suas características demográficas e socioeconômicas. Durante cada edição do Selo, o UNICEF capacita gestores e técnicos das secretarias municipais e conselheiros de direitos e adolescentes para qualificar a elaboração e execução das políticas públicas e para estimular que elas continuem mesmo após o fim de cada edição.
São certificados os municípios que alcançam as pontuações mínimas tanto no eixo das Ações Estratégicas quanto no eixo dos Indicadores de Impacto Social, conforme estabelecido no Guia Metodológico (baixe o Guia clicando aqui).
O sucesso do Selo UNICEF é resultado da parceria entre UNICEF e governos estaduais e municipais por meio da atuação integrada entre diferentes níveis de governo voltados às crianças e adolescentes.

3. Como escolher o(a) articulador(a)?

A escolha do(a) articulador(a) do município é estratégica. A troca de articulador(a) ao longo da edição do Selo UNICEF pode prejudicar o desempenho do município.
Confira mais dicas clicando aqui.

4. Quem pode participar?

Já podem se inscrever para a nova edição do Selo UNICEF:

Municípios do Semiárido (AL, BA, CE, MG, PB, PE, PI, RN e SE).

Municípios da Amazônia (AC, AP, AM, MA, MT, PA, RO, RR e TO).


5. O que o município ganha ao ser certificado com o Selo?

Os maiores beneficiados são, sem dúvida, as crianças e adolescentes, que passam a contar com políticas públicas de qualidade voltadas para a garantia de seus direitos. Também ganham as famílias e a comunidade porque, para ganhar o Selo, a gestão municipal deverá promover intensa mobilização, participação e engajamento social.
Os municípios certificados pelo Selo UNICEF passam a fazer parte de um grupo de municípios reconhecidos internacionalmente pelo UNICEF por seus avanços em favor da infância e adolescência. Eles podem utilizar a logomarca do Selo UNICEF até o anúncio dos ganhadores da edição seguinte. A logomarca poderá ser aplicada nos materiais de divulgação do município, em prédios e veículos públicos municipais, eventos, materiais de escritório e outras peças institucionais do município.O Selo UNICEF é uma certificação internacional concedida pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) aos municípios da Amazônia Legal e do Semiárido em reconhecimento aos avanços reais e positivos na vida de crianças e adolescentes.



6. Quanto custa participar do Selo?

Não há custos para se inscrever no Selo. O papel do Selo UNICEF é estimular o município para otimizar recursos humanos e financeiros, qualificando a demanda e melhorando a oferta de políticas públicas direcionadas à infância e adolescência, em diálogo com os governos estaduais e federal. A metodologia ajuda o município a construir um planejamento de acordo com a realidade local, envolvendo todos os atores municipais, de forma coordenada e intersetorial, como foco na gestão por resultados. A ideia é fazer com que o município seja capaz de buscar parcerias e diferentes fontes de financiamento, especialmente para as populações que mais precisam.

7. O que o município precisa fazer após a inscrição?

Ao enviar o Termo de Adesão e Cadastro preenchido e assinado para o UNICEF, o município indica um(a) profissional para atuar como Articulador(a) do Selo, que é a pessoa responsável por mobilizar prefeitura, secretarias, parceiros e comunidade, em articulação com o CMDCA, para implementar as ações previstas na metodologia do Selo. O(A) articulador (a) também é o ponto de contato entre UNICEF e município.

O UNICEF atuará em coordenação com o(a) Articulador(a) e o CMDCA durante os quatro anos da edição para informar sobre ciclos de capacitação, atualizações metodológicas, dicas de implementação de programas e outras atividades do Selo. A partir disso, o(a) Articulador(a) mobilizará as pessoas mais adequadas em seu município para participar de cada atividade ou realizar cada ação.

A primeira etapa após a confirmação da inscrição será o primeiro ciclo de capacitação, previsto para o segundo semestre de 2017. Nesta ocasião será apresentada a metodologia completa desta edição do Selo e o calendário de implementação das atividades até 2020. É muito importante que estejam presentes neste momento articuladores, prefeitos e secretários dos municípios participantes – todos terão papel decisivo no decorrer da edição.
Também é recomendada a participação dos adolescentes moderadores dos Núcleos de Cidadania dos Adolescentes (NUCAs), nos casos de municípios que já criaram o NUCA na edição passada do Selo. Os NUCAS têm papel cada vez mais relevante no processo de participação no Selo UNICEF.
É importante ficar atento(a) às informações compartilhadas pelo UNICEF por e-mail, celular, telefones (informados no Termo de Adesão e Cadastro) e pelos canais digitais do Selo UNICEF, incluindo este site e a Plataforma Crescendo Juntos.

Selo UNICEF foi apresentado para os professores e profissionais da educação durante Jornada Pedagógica

Durante a Jornada Pedagógica 2018 realizada pela Secretaria Municipal de Educação de São Bento do Trairí a Assistente Social Suzana Ferreira, articuladora do município para o Selo UNICEF Edição 2017-2020 apresentou um resumo de todo o processo no âmbito da Educação e pediu empenho de todos os professores, sendo estes, de suma importância para a conquista do selo para o nosso município.





 


Comissão Intersetorial do Selo UNICEF de São Bento do Trairí realiza mais uma reunião

Foi realizada na última sexta-feira (16) na sede da Secretaria Municipal de Assistência Social de São Bento do Trairí uma reunião com a comissão intersetorial selo UNICEF edição 2017/2020 que teve o intuito de discutir as ações e os mecanismos de divulgação no município do selo UNICEF, bem como conhecer as ações para os resultados sistêmicos e os indicadores de impacto social de cada política setorial ( saúde, educação, Assistência Social, esporte, etc). Também foi discutido as ações para reiniciar as atividades do Núcleo de Cidadania da Criança e dos Adolescentes - NUCA.









sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

Em Busca do Selo UNICEF, Prefeitura de São Bento do Trairí realizou importante reunião

Representantes das diversas secretarias municipais e da sociedade, reuniram-se na última Sexta-feira (08), para compor a Comissão Interssetorial Pelos Direitos da Infância e Adolescência. A medida faz parte da busca engajada da gestão municipal pelo tão sonhado, Selo UNICEF.

A Reunião aconteceu no Centro de Múltiplo Uso e contou ainda com a Presença do Prefeito Kêka Araújo, dos Vereadores Adriano Silva e Eduardo Bezerra e da Secretária Municipal de Assistência Social, Márcia Cristina.
Durante o evento foi apresentado pela Assistente Social, e Articuladora Municipal, Suzana Ferreira, todo o processo que o município deve realizar para conseguir o selo município aprovado.
Para o Prefeito Kêka Araújo,essa conquista será de grande importância para o nosso município, tendo em vista que o Município Aprovado Pelo Selo UNICEF, tem mais facilidades para conseguir recursos federais além de manter uma melhor qualidade de vida para as crianças e adolescentes, que passam a contar com políticas públicas de qualidade voltadas para a garantia de seus direitos. Também ganham as famílias e a comunidade porque, para ganhar o Selo UNICEF, a gestão municipal deverá promover intensa mobilização, participação e engajamento social.


Sobre o Selo UNICEF Município Aprovado

O Selo UNICEF Município Aprovado é uma iniciativa do Fundo das Nações Unidas para a Infância – UNICEF para estimular os municípios a implementarem políticas públicas para diminuir as desigualdades e garantir os direitos das crianças e dos adolescentes previstos na Convenção Internacional sobre os Direitos da Criança e no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).
A metodologia desta edição inclui Ações Estratégicas (o que os municípios precisam realizar) e Indicadores de Impacto Social (os resultados que os municípios precisam melhorar) que envolvem sete direitos: de sobreviver e se desenvolver; de aprender; de proteger-se e ser protegido do HIV/AIDS; de crescer sem violência; de ser adolescente; de ser prioridade nas políticas públicas; e de brincar, praticar esportes e se divertir. O UNICEF capacita gestores e técnicos das secretarias municipais para qualificar a elaboração e execução das políticas públicas e para estimular que elas continuem mesmo após o fim de cada edição.
Os municípios são agrupados, dentro de seus Estados, considerando suas características demográficas e econômicas. São certificados os municípios que cumprirem simultaneamente as seguintes condições:
- Realizar de forma satisfatória pelo menos 19 de 28 Ações Estratégicas previstas na metodologia em pelo menos 5 direitos.
- Ter pelo menos 7 (entre 13) indicadores iguais ou melhores do que a média de seu grupo em pelo menos 3 objetivos direitos.
O sucesso do Selo UNICEF passa pela parceria com os governos estaduais, através da atuação integrada entre diferentes níveis de governo voltada às crianças e adolescentes.


Atualmente, o Selo está na sua quarta edição, na qual se inscreveram mais de 1.700 municípios na Amazônia e no Semiárido. A iniciativa conta com o apoio de parceiros como Petrobras, VIM, Fundação Telefônica, Coelba, Celpe, Cosern e Coelce.